Power off

Ritmo caótico e constante o de um martelar, contínuo, semelhante ao som das ferramentas industriais, aos instrumentos que nas suas "marcas" mostram a identidade que assimiliram dos seus donos. 
O som compassado vai marcando o passo do meu batimento cardíaco. Sou como um animal de sangue frio. O meu batimento segue, orientado, marchando como um escravo, dando um passo a seguir ao outro em frente, mais lento ou mais rápido... Algo controla este meu batimento. Sinto o tecto do meu ser a afastar-se, flutuando e olhando de cima e de fora este meu ritmo diário. Ouço Akufen. 
Abstracto, tendo a delinear o meu percurso nesta abstracção onde os sons do quotidiano marcam melodicamente o meu batimento.
Sons captados de fragmentos, montados e alinhados desenham um todo coerente, entusiasmante. 
Vida montada de fragmentos, de alinhamentos abstractos de um quotidiano concreto. 
Acabou a audição, desligou-se o batimento...

Comments

Pedro Varela said…
Stop. Replay...
goli said…
Rewind, play again! n pode parar a batida (se necessario compra pilhas novas - mas tu ouve rapaz)